Você conhece o próprio corpo?

O organismo reage de uma forma particular quando está conectado com as emoções, necessidades ou preocupações de outras pessoas. Isto é, quando você desenvolve um estado de empatia, seu corpo reage aos estados afetivos do outro, por meio de estímulos aos quais quase nunca somos indiferentes. O cérebro e o coração reagem. Nosso corpo é um sistema delicado, formado por células, tecidos e emoções. Será que quando você se coloca no lugar do outro, você realmente se enxerga, ou melhor, se entende?

Para enterder esses sinais que o corpo nos dá é preciso se conhecer bem. O corpo e a mente se relacionam. Normalmente, quem pratica meditação ou esporte pode levar uma vantagem sobre a interpretação dos sinais. Essas pessoas conseguem discernir quando uma sensação física é normal ou patológica. A dor vem do estresse ou de uma patologia, por exemplo?

Um modo de tomar consciência corporal é através do mindfulness que é uma prática baseada na meditação e na atenção plena nos permite conectar com nossas sensações físicas. Assim, podemos nos relacionar muito melhor com a gente mesmo e entender nossa mente. Além disso, também compreendemos nossas necessidades e a forma como o entorno e seus processos impactam o organismo.

Ser capaz de ouvir e discernir cada um dos sinais do corpo é investir em saúde e qualidade de vida. É abandonar a perfeição e exercer o autocuidado. Assim lidaríamos melhor com o estresse e anteciparíamos indicadores de doenças. Além disso, poderíamos ser mais produtivos ao conhecer nossos limites.

Mariana Gambine 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *